Pesquisar este blog

sexta-feira, janeiro 13, 2006

Corpo do anjo.





Anjo,
Me anja
Me açucare com o seu manjar.

Meu anjo,
Me ângela
Me pele, me gele, me mostre como
desp
enc
ca
r
no seu arranjo de nuvem
Te levo, meu anjo, cachos de uvas
litros de vinho e licores do diabo
Pra sempre angelicar
Os pecados oferecidos como sacríficio
Da alma
E viva o corpo!
E viva o corpo!
E viva o corpo de anjo!
E viva os arranjos dos corpos
Os corpos sempre se arranjam
Viva o corpo de ângela?
Anja viva o seu corpo...

Um comentário:

Ângela Garcia e Garcia disse...

Ângela...anjo com cara de santa... que de anja não tem nada além do nome... rs... te amo amore! beijinhos apaixonados!